terça-feira, 10 de junho de 2014

A UM COMPORTAMENTO DE DISTÂNCIA

Com muita frequência, ouço falas do tipo “Eu admiro tanto o fulano, queria ser quem nem ele...” ou “Como você consegue XYWZ? Eu queria muito conseguir fazer isso...” ou ainda “Eu quero fazer XYWZ mas não tenho ideia de por onde começar...” O que eu normalmente respondo numa situação destas é: a distância entre o que você é e aquilo que você quer ser é a medida exata do seu comportamento.

E se a distância é a medida exata do seu comportamento, como chegar lá? Encurtando essa distância, é claro. Eu explico: qual é exatamente a diferença entre você e esse(a) Fulano(a) que você admira? O que ele tem que você não tem? E essa coisa que você gostaria tanto de fazer, o que precisa pra fazer isso?



Na maioria das vezes, ao tentarmos responder estas perguntas, recaímos em velhos conceitos falidos sobre nossas “essências”, ou “personalidade”. A resposta padrão normalmente segue um estilo “Fulano É assim e assado, e eu não SOU.” Ou: “Fazer isso não tem a ver com quem eu SOU”. Mas e se formos um passo além desta ideia do SER, e passarmos pra ideia do FAZER? E se considerarmos, por um minutinho apenas, que este SER é produto de um FAZER?

Vamos lá, pensa rápido: o que é uma pessoa corajosa? Aquela de faz coisas difíceis, que supera seu medo, que enfrenta situações complicadas, que transcende suas próprias dificuldades... todas formas de AGIR, que dependem de um COMPORTAR-SE específico. Nós costumamos pegar este conjunto de ações, associá-las a um sentimento, e integrá-las todas dentro de um pacote chamado “coragem”. Que, a bem da verdade, vamos combinar: sem a ação, não significam muita coisa.

Pois bem, e se pudéssemos aplicar isso a tudo? E transformar aquela distância entre você e Fulano numa descrição comportamental? Então, a diferença entre você e Fulano, ou aquele ponto por onde você deveria começar, fosse... UMA AÇÃO?

Pense numa pessoa que você admira; agora pense no porquê. Muito provavelmente uma série de conceitos vão surgir na sua cabeça – pois é isso que nossa mente faz, agrupa tudo em conceitos, que é pra facilitar nossa vida. Vamos supor que, então, você admira muito a sua vizinha. Na sua cabeça aparecem os conceitos “descolada”, “responsável”, “bem-resolvida” etc etc etc. Agora, tente descrever, em AÇÕES, cada um destes conceitos. O que faz de sua vizinha uma pessoa descolada? Talvez ela esteja sempre atenta às novidades e tendências? Talvez ela leia bastante e mantenha-se informada sobre vários assuntos? E responsável? Como é que ela faz pra ser responsável? Paga as contas em dia? Não atrasa ao levar os filhos pra escola? Mantém uma boa organização e tem ações éticas no trabalho?

Se você levar essa “tática” ao pé da letra, vai ver que sobra pouca coisa de pé em termos “conceituais”. Vai ver que, na verdade, a nossa “essência” apenas revela um padrão comportamental, uma tendência a agir de uma determinada forma. Talvez essa tendência esteja alinhada aos seus valores pessoais e princípios de vida, e então tudo bem. Mas quando esta tendência não está em sintonia com os seus desejos e aspirações, é comum que você se pegue se sentindo frustrado e desapontado consigo mesmo, o que pode levá-lo a comparações um tanto injustas com o resto das pessoas.

Portanto, pense novamente: se você gostaria muito de ser mais organizado, por exemplo, pense nas ações que determinam este conceito de organização, e tente descrever em detalhes quais os comportamentos de alguém organizado. Manter uma agenda? Conservar documentos separados em uma determinada ordem? Fazer uma coisa de cada vez?



Nem sempre esta é uma etapa fácil. Pode ser difícil compreender o que faz do seu chefe um líder tão bom, por exemplo. Pode ser que você precise gastar um pouco mais de tempo observando o que ele faz. Mas creia, com alguma perspicácia você conseguirá discriminar as ações necessárias para isso. Mesmo que este alguém admirável seja alguém distante, como por exemplo, o Dalai Lama, ou qualquer outra pessoa.

A partir do momento em que você conseguir chegar a uma descrição comportamental daquela característica, você já tem o primeiro passo, o local de onde você vai começar. E quanto mais detalhada essa descrição, mais suave será seu caminho inicial. Compre uma agenda. Separe caixas pros seus documentos. Bote vários relógios para despertar ao mesmo tempo. Comece a reciclar papéis. Leia as notícias da semana. Coloque suas contas a pagar em um local visível.

Aja.

Não espere entrar “no clima” emocional para tomar uma atitude. Tome a atitude e veja seu clima mudar. Nem toda mudança é de dentro pra fora – de fora pra dentro acontecem coisas importantes, desde o ar que respiramos até os carinhos que recebemos. O lado de fora também é real, e aquilo que você faz é geralmente tão importante quanto aquilo que você sente. Ou melhor: um não existe muito sem o outro. Comportando-se de outra forma, seu sentimento o acompanhará também. A mudança é uma via de mão dupla.

A distância entre onde você está agora e onde você quer chegar é de exatamente o seu comportamento. Mude suas ações, quebre suas tendências, experimente novas atitudes. Reveja seus conceitos – não em termos de julgamentos morais, mas de ideias mais realistas sobre o que se trata cada uma destas qualidades que você tanto admira.

Transporte para sua vida. Encaixe no seu dia a dia. Visualize esta distância se encurtando. Parabenize-se. Você está chegando lá =)


7 comentários:

Anônimo disse...

Excelente!!! Gratidão! =)

replicas relogios disse...

Em parceria com a Google e com o Grupo VIP oferecemos telas mosquiteiras SP importadas dos estados unidos aos clientes que querem proteção e bem-estar para sua família, isto porque o produto não propaga chamas, fungos ou mofos, são telas de fácil limpeza e protegem sua família contra picadas de insetos, principalmente os mosquitos da dengue. Telas mosquiteiras em São Paulo, telas mosquiteiras campinas, telas mosquiteiras valinhos, telas mosquiteiras vinhedo, telas mosquiteiras granja vianna, telas mosquiteiras alphaville, telas mosquiteiras tamboré , telas mosquiteiras jundiai.

telas mosquiteiras para idústrias de alimentos , telas mosquiteiras SP, telas mosquiteiras empresas químicas, telas mosquiteiras vinhedo, telas mosquiteiras granja vianna, telas mosquiteiras alphaville, telas mosquiteiras tamboré , telas mosquiteiras SP

Marcela disse...

Super dicas, e quanto antes começamos a nos preparar melhor, como disse precisamos tomar a atitude e agir com confiança e coragem!

Sabrina disse...

Confiança e coragem.. essas palavras dizem tudo.....

Nathalia Silva disse...

Os paradigmas, os medos, velhos conceitos e tanta coisa para atrapalhar... é uma longa história.
Parabens pela matéria.

Marcia Candido disse...

Obrigada por compartilhar.

Soraia Martins disse...

Muito bom, parabens, obrigada por dividir seus conhecimentos.